Autor

Cynthia Weber

Director of Food Safety Training and Curriculum

O que é APPCC?

jun 5, 2024

HACCP significa análise de perigos e ponto de controle crítico. O APPCC é um sistema internacionalmente reconhecido para reduzir o risco de riscos de segurança em alimentos. O APPCC é um rigoroso sistema de gestão de segurança alimentar que visa minimizar ou eliminar perigos potenciais, identificando e controlando-os em pontos críticos no processo de produção de alimentos. É uma ferramenta essencial para garantir a segurança e a qualidade dos alimentos e é amplamente usada por empresas em todo o mundo.

Um sistema HACCP exige a identificação e o controle de perigos potenciais em pontos específicos do processo. Isso inclui perigos biológicos, químicos ou físicos. Qualquer empresa envolvida na fabricação, processamento ou manipulação de produtos alimentícios pode usar o APPCC para minimizar ou eliminar os riscos de segurança alimentar em seus produtos.

7 Princípios de HACCP

Os planos de APPCC são preparados para cada processo ou produto e identificam possíveis perigos e controles em vigor para garantir que os perigos sejam eliminados ou controlados para garantir níveis aceitáveis no produto alimentício.

Há sete princípios de HACCP:

  1. Realizar uma análise de perigos

    É aqui que você avalia seus processos e identifica onde os perigos podem ser introduzidos. Os riscos podem ser físicos (ou seja, contaminação de metais), químicos (ou seja, um produto de limpeza pode contaminar o produto, há toxinas que poderiam contaminar o produto?) ou biológicos (em que pontos bactérias ou vírus poderiam contaminar o seu produto?). Você precisará ter certeza de que tem o conhecimento para fazer uma avaliação precisa dos perigos. Isso significa que, se você não tiver experiência suficiente em sua organização, precisará identificar recursos externos que possa usar para realizar a análise de perigos.
    A identificação do perigo é feita em duas etapas, primeiro a identificação dos perigos, depois uma avaliação do perigo. A avaliação de risco é uma determinação do grau de risco para o usuário em relação ao risco identificado. Assim que o perigo for identificado e avaliado, a equipe deve identificar pontos de controle críticos. Estes são pontos onde o perigo deve ser controlado ou apresentará um risco para o usuário final.

  2. Identificar os pontos críticos de controle

    Em quais etapas do processo os controles podem ser aplicados para prevenir ou eliminar os perigos que foram identificados? Estes são seus pontos críticos de controle. Para cada ponto de controle crítico, você identificará a medida preventiva. Como você evitará o perigo?: Uso de temperatura, hora, horário, procedimentos específicos?

  3. Estabelecer limites críticos

    Sua próxima etapa é estabelecer critérios para cada ponto de controle crítico. Quais critérios devem ser atendidos para controlar o perigo naquele ponto? É uma temperatura mínima? Há limites regulatórios que você deve atender para este ponto de controle?
    Estabelecer um limite máximo ou mínimo para temperatura, tempo, pH, nível de sal, nível de cloro ou outras características de processamento que controlarão o perigo. Este é o limite crítico para o CCP. Se esse limite for excedido, medidas corretivas devem ser tomadas e todo o produto afetado deve ser controlado.

  4. Estabelecer procedimentos de monitoramento

    O que você medirá e como medirá? Você precisa monitorar o processo no ponto de controle crítico e manter registros para mostrar que os limites críticos foram atendidos. Você pode fazer monitoramento contínuo do ponto de controle? Caso contrário, com que frequência as medições precisarão ser realizadas para mostrar que o processo está sob controle?
    O monitoramento que ocorre nos pontos críticos de controle é essencial para a eficácia do programa HACCP. O programa de monitoramento será composto por medições físicas ou observações que podem ser feitas em tempo hábil, para fornecer as informações em um prazo que permita que você tome medidas e controle o produto se ocorrer uma situação fora de controle.

  5. Estabelecer ações corretivas

    Você estabelecerá quais ações precisam ser tomadas se um limite crítico não for atingido. Isso será identificado antecipadamente para cada CCP. A ação deve garantir que nenhum produto inseguro seja liberado. Também deve haver uma avaliação do processo para determinar a causa do problema e uma eliminação da causa.
    A ação ou ações tomadas têm duas finalidades: controlar qualquer produto não conforme resultante da perda de controle e identificar a causa, eliminá-lo e evitar que a situação ocorra novamente. Ao identificar a ação corretiva antes que ocorra uma situação fora de controle, você está preparado para agir rapidamente se e quando ela ocorrer.

  6. Estabelecer procedimentos de manutenção de registros

    Você determinará quais registros são necessários para mostrar que os limites críticos foram atendidos e que o sistema está no controle. Abordar os requisitos regulatórios e incluir registros do desenvolvimento do sistema e da operação do sistema.

  7. Estabelecer procedimentos de verificação

    O plano HACCP deve ser validado. Assim que o plano estiver em vigor, certifique-se de que ele seja eficaz na prevenção dos perigos identificados. Teste o produto final e verifique se os controles estão funcionando conforme planejado. Realizar a verificação contínua do sistema. Os equipamentos de medição e monitoramento estão sob controle? O que as ações corretivas estão mostrando? Os registros estão sendo mantidos conforme necessário?

Certificação HACCP: Introdução

O núcleo do seu sistema de Gestão de Segurança Alimentar é o seu Plano de Pontos de Controle Críticos – Análise de Perigos.

Este plano é desenvolvido pela equipe de segurança de alimentos ou equipe de APPCC e qualquer experiência externa necessária. Assim que as informações preliminares tiverem sido coletadas, a equipe usará as informações para identificar todos os perigos potenciais nos ingredientes e no produto.

Um profissional de segurança de alimentos pode obter sua certificação HACCP concluindo um curso de certificação HACCP . Este curso ensinará os requisitos do APPCC e como redigir um Plano de APPCC.

A certificação pode se aplicar a empresas e indivíduos, mas o foco e os requisitos para cada um podem ser diferentes.

Empresas

Para as empresas, a certificação HACCP é um processo pelo qual uma empresa pode demonstrar que implementou e mantém um sistema de gestão de segurança de alimentos que atende aos padrões estabelecidos pelos princípios HACCP. Isso normalmente envolve uma avaliação completa dos processos e procedimentos da empresa, identificação de perigos potenciais e o desenvolvimento de medidas para prevenir, eliminar ou controlar esses perigos. A certificação geralmente é concedida por um organismo de certificação terceirizado independente e é válida por um período definido, após o qual a empresa deve passar por um processo de recertificação. Os programas HACCP também são implementados em empresas que estão usando um esquema de certificação de segurança de alimentos, como SQF, FSSC 22000, BRCGS etc.

Indivíduos

A certificação APPCC para indivíduos envolve treinamento nos princípios e práticas de APPCC, com o objetivo de entender como identificar e controlar os riscos à segurança alimentar em um ambiente de produção de alimentos e redigir planos de segurança alimentar.

Em ambos os casos, a certificação HACCP é uma ferramenta importante para garantir a segurança do fornecimento de alimentos e promover a confiança do consumidor na indústria de alimentos. No entanto, o foco e os requisitos para certificação podem diferir dependendo se é para uma empresa ou um indivíduo.

Implementação de HACCP em sua empresa

Analisaremos as etapas que uma empresa precisa seguir para implementar seu Programa HACCP.

Ao construir seu sistema de gestão de alimentos, você precisará identificar as informações necessárias para realizar uma análise de risco eficaz. Você também precisará coletar, manter, atualizar e documentar essas informações.

O primeiro passo para abordar esses requisitos é estabelecer sua equipe de segurança de alimentos ou a equipe HACCP. Os membros da equipe coletarão informações sobre as características das matérias-primas, ingredientes e produtos finais, identificarão os requisitos de segurança alimentar relacionados a eles e prepararão descrições para serem usadas na análise de riscos.

Além dessas informações, a equipe determinará o uso pretendido dos produtos finais, considerando os consumidores do produto. Cabe à equipe identificar quais riscos potenciais existem de uso indevido ou manuseio incorreto e se há um grupo particularmente vulnerável de pessoas incluídas nos consumidores. A equipe documenta as informações a serem usadas na análise de perigos.

O próximo passo é a equipe preparar fluxogramas para os produtos. Os diagramas mostram a sequência e a interação de cada etapa no processo para o produto. É importante que isso mostre onde matérias-primas, ingredientes e produtos intermediários entram no fluxo, bem como onde são liberados ou removidos. Todo o trabalho terceirizado é identificado no fluxograma para que possa ser considerado durante a análise de risco.

Assim que os diagramas forem preparados, a equipe verifica o diagrama verificando o processo no local em relação ao diagrama. A última informação a ser preparada para permitir a análise de perigos é uma descrição das etapas do processo e das medidas de controle existentes. Uma descrição de quaisquer requisitos regulatórios ou do cliente é incluída para que sejam abordados no plano HACCP.

Treinamento HACCP: Lista de cursos e preços

A Registrar Corp oferece treinamento 100% online e individualizado de HACCP para todos os níveis e em vários idiomas.

Ver lista de cursos e preços

Perguntas frequentes sobre HACCP

Qual é a diferença entre HACCP e ISO 22000 / FSSC 22000 / SQF / GFSI…

APPCC (Análise de Riscos e Pontos Críticos de Controle) e esquemas de certificação de segurança de alimentos, como SQF, FSSC 22000 e outros, são sistemas de gestão de segurança de alimentos usados por empresas na indústria de alimentos para garantir a segurança e a qualidade de seus produtos.

O APPCC é um sistema científico que identifica e controla os riscos à segurança alimentar. Envolve uma abordagem sistemática para identificar e analisar perigos potenciais, implementar medidas para prevenir ou controlar esses perigos e monitorar e verificar a eficácia dessas medidas. O APPCC é frequentemente usado como base para outros sistemas de gestão de segurança de alimentos, incluindo SQF.

SQF, FSSC 22000, BRCGS e ISO 22000, por outro lado, são sistemas de gestão de segurança de alimentos que abrangem os princípios HACCP, mas também incluem requisitos adicionais relacionados à qualidade e conformidade regulatória. Esses sistemas envolvem uma avaliação abrangente dos sistemas de gestão de qualidade e segurança alimentar de uma empresa, incluindo documentação, políticas e procedimentos, e práticas de gestão de instalações.

Qual é a diferença entre APPCC e um Plano de segurança alimentar (controles preventivos)/FSMA/PCQI?

APPCC (Análise de perigos e pontos de controle críticos) e HARPC (Análise de perigos e controles preventivos baseados em riscos) são sistemas de gestão de segurança alimentar que visam evitar perigos de segurança alimentar e garantir a segurança do suprimento de alimentos. Embora ambos os sistemas usem uma abordagem baseada em risco, há diferenças entre os dois.

O APPCC é um sistema preventivo que identifica e controla perigos em pontos críticos de controle no processo de produção de alimentos. É usado principalmente na fabricação e processamento de produtos alimentícios.

O Plano de Segurança Alimentar da FSMA é um sistema preventivo que se concentra na identificação e controle de perigos em toda a cadeia de fornecimento de alimentos. A FSMA exige que as empresas identifiquem e controlem perigos potenciais durante todo o processo de produção, desde matérias-primas até produtos acabados. A FSMA coloca maior ênfase nos controles preventivos que são projetados para abordar os perigos potenciais antes que eles ocorram, em vez de depender exclusivamente do monitoramento e das ações corretivas.

Autor


Cynthia Weber

Director of Food Safety Training and Curriculum

Related Article


Subscribe To Our News Feed

To top
This site is registered on wpml.org as a development site. Switch to a production site key to remove this banner.